KIVALITA CONSULTING

PDCA: Como engajar equipes e trazer melhorias para a gestão da qualidade

PDCA: Como engajar equipes e trazer melhorias para a gestão da qualidade
Compartilhe

Você sabe o que significa PDCA? A sigla tem origem nas palavras em inglês "Plan, Do, Check and Act", ou seja, planejar, executar, verificar e agir. Em se tratando especificamente da gestão de processos de qualidade nas empresas, o PDCA é uma valiosa ferramenta que contribui para que as corporações mantenham seu foco em melhorias contínuas e validem rapidamente soluções capazes de aumentar o desempenho na fabricação de produtos, entrega de serviços ao mercado, dentre outros processos inerentes às operações da empresa.

Os conhecimentos acumulados em cada uma dessas etapas retroalimentam essa dinâmica, gerando às equipes ciclos curtos de aprendizado. Assim, a cada PDCA que, então, é baseado nos aprendizados anteriores, as equipes tornam-se aptas a serem mais ágeis na antecipação, tratamento e solução de divergências, minimizando desperdícios e aumentando a produtividade. Aliado a isto, as equipes que aplicam o PDCA obtém insights frequentes para inovar!

PDCA e o Diagrama de Ishikawa

Como parte da etapa de verificação (Check) do PDCA, podemos agregar o uso do Diagrama de Ishikawa - que também é conhecido como Diagrama 6M, Diagrama de Causa e Efeito ou Diagrama de Espinha de Peixe -, para promover análises precisas que identificam e revelam a causa raiz de um problema. 

Em qualidade, por exemplo, esse problema pode ser uma não conformidade, falha humana, falha de equipamento, entre outras questões. O diagrama foi desenvolvido (1943) por Kaoru Ishikawa da Universidade de Tóquio, utilizado para explicar a um grupo de engenheiros da Kawasaki Steel Works como diversos fatores podem ser ordenados e relacionados. Mesmo após décadas, o diagrama de Ishikawa ainda é amplamente aplicado como uma ferramenta gráfica eficiente para o mapeamento do processo passo a passo, especialmente na gestão da qualidade.

Entenda as categorias (ou espinhas) do Diagrama de Ishikawa

Como mostra a imagem gráfica do Diagrama de Ishikawa acima, é preciso determinar os fatores para cada uma de suas seis categorias. Determinadas por 6Ms, as quais são:


1. Mão de obra. Aqui, determina-se todos aqueles que estão envolvidos no processo da qualidade e como eles impactam frente ao problema em questão. Aqui considera-se mão de obra interna, terceiros e fornecedores.


2. Método. Nesta categoria, é necessário listar os procedimentos, regras e requisitos inerentes ao processo. Considera-se também toda a documentação da qualidade ou manuais que possam impactar frente ao problema em questão, inclusive validações, qualificações e calibrações.


3. Máquina. Esta espinha traz as máquinas e sistemas que compõem o processo, desde pequeno, médio e grande porte. 


4. Medida. Inclui análises dos dados, buscando identificar potenciais falhas da qualidade avaliada. Neste caso, considera-se as especificações de produtos ou serviços realizados conforme a expectativa do público alvo.


5. Material. Verificação de matérias-primas utilizadas nas linhas de produção. Considera-se também os recursos ou insumos (produtos ou serviços), que o processo necessita para ser concluído.


6. Meio ambiente. Neste caso, trata-se da análise do ambiente envolvido no processo, considerando infraestrutura (espaço, condição predial, infra de servidor, etc), gestão ambiental e utilidades (sistema de água, elétrica, etc.).


Todas essas análises detalhadas irão, assim, apontar a causa raiz do problema desejado.


Baixe agora o tamplate exclusivo de aplicação do diagrama de ishikawa clicando aqui!

Resultado esperado

Com o PDCA combinado com o Diagrama de Ishikawa, certamente, a empresa pode simplificar a gestão dos processos de qualidade, assegurando continuamente maior controle e abordagem para melhorias no desempenho de suas atividades e, consequentemente, agregar mais valor aos produtos, serviços e, por fim, para toda a organização. 


O aprendizado constante (por meio da aplicação do PDCA) promove o engajamento de equipes, que passam a trabalhar de forma mais colaborativa, ágil e integrada, elevando a empresa a um novo patamar em termos de competitividade no seu setor. Isso ocorre porque dá visibilidade e participação às equipes para planejar, executar, verificar se tudo ocorreu como planejado ou foi preciso mudar (check) e agir novamente sobre o novo plano (Act).


Fale com a Kivalita Consulting e saiba mais sobre este e outros temas voltados à gestão eficiente da qualidade!

Nós, da Kivalita Consulting, somos uma startup brasileira especializada no desenvolvimento da gestão de qualidade e validação de tecnologias para empresas da área de Life Science. Oferecemos suporte para organizações de diversos portes do segmento de Life Science - especialmente de indústrias farmacêutica, alimentícia, cosmética e química, entre outras.


Fale conosco para saber mais sobre a aplicação do PDCA, do Diagrama de Ishikawa

ou outras ferramentas e metodologias voltadas à gestão eficiente dos processos de qualidade da sua empresa para evitar retrabalhos, riscos e prejuízos ao seu negócio, hoje! 


Download Livro Kivalita
    Endereço
  • Rua dos Três Irmãos, 310 - Sala 302 - Vila Progredior
    São Paulo - SP
© 2020 Kivalita Consulting | Todos os direitos reservados